Pedacinhos que se vão em nossas vidas… Flick!

Time,

Confesso que já nem sei mais quantas vezes compartilhei a ida de alguém querido e tive que comunicar aos demais, e hoje não poderia ser diferente, com palavras limitada faço uma simples homenagem ao meu grande companheiro, amigo e filho: Flick!

Hoje as 7:20 recebi a triste noticia que ele nos deixou e foi ao encontro do nosso papai do céu, talvez comer um pedaço das nuvens, ou pular em cima de todos que se aproximarem.

Não sei se estas palavras chegará até ele, mas fica a saudade imensa de alguém que aprendeu muito com essa convivência. Aquele não era um simples cachorro, ele tinha um olhar especial!

Foram os melhores anos, meses e dias da minha vida, do inicio ao fim, e ainda que neste final de semana tenha sido tão difícil a despedida e deixá-lo eu prefiro pensar que ele ainda existe, pois jamais morrerá dentro de mim.

Não faço idéia de quantos pedaços já se foram da minha vida, as pessoas que amamos, gostamos e consideramos se despedem com uma velocidade incrível, seja em vida ou na morte, mas com certeza hoje uma parcela de mim foi embora!

Obrigado por ter sido o cavalinho do Pedrinho, se um dia ele existir com certeza que contarei de você a ele.

Mesmo que o tempo passe e essa dor deixe de queimar, tenha certeza que vou te procurar sempre que eu chegar, preciso das suas lambidas, das suas mordidas e de ficar com aquele cheiro que só você tinha.

IMG683

O nó ficará na minha garganta, obrigado por cuidar da nossa mãe meu amigo.

Você é, foi e sempre será o melhor dos melhores.

Saudades eternas, Ohana Flick!

Rodrigo Silva, PMP

De tanto nadar contra a maré, um dia você aprende a surfar!

Time,

Todos os dias durante o ano todo ouve-se falar em mudanças: Mudança na lei, Mudança Pessoal, Mudança disso e Mudança daquilo…

Mudança é tão relevante que é o assunto principal do nosso blog!

Quem nunca pensou em mudar algo em sua vida? Queremos mudar tantas coisas, que muitas vezes nos esquecemos daquela que precisa ser a principal mudança: A mudança da mente, do coração e das atitudes.

Ao longo da vida estamos sujeitos a uma infinidade de acontecimentos que surgem repentinamente e, muitas vezes, fogem ao nosso controle.

Acredito que nossa vida é como uma CADEIRA, dividida em quatro pilares importante:

  • Família (Essência)
  • Amor (Coração)
  • Amigos (Atitude)
  • Trabalho (Mente)

Quando damos importância demais para um desses pilares, não fortalecemos os demais, mesmo que um complemente o outro.

Quando sentimos a ausência de um desses pilares conseguimos utilizar a nossa grande CADEIRA, porém ficamos tendenciosos a cair.

Quando sentimos a ausência de dois desses pilares, caímos!

Muitas vezes não somos voluntários da ausência desses pilares, as situações do dia a dia acaba motivando a caída destes, nem sempre é uma tarefa fácil, pois a novidade desorganiza uma estrutura emocional já conhecida e retira a pessoa da sua zona de conforto.

Um grande amigo me disse uma vez “No avulso todos querem a minha esposa, quero saber no mensal”

… Portanto, ame na essência, mas nunca desista!

… Cuide bem de seus familiares, mas faça as suas opções!

… Cultive amigos, mas seja você acima de tudo!

… Trabalhe muito, mas não viva para ele!

Conheço sim vários casais incríveis, assim como tantos outros que não enxergam que estão se matando pouco a pouco. Só peço que não deixem que o medo da solidão faça com que a tristeza pareça algo suportável. Viver sozinho no início pode parecer desesperador, mas de tanto nadar contra a maré, um dia você aprende a surfar. E te digo que quando esse dia chegar, você nunca mais vai se contentar em ficar na areia. Desse dia em diante só vai servir ter alguém ao seu lado se este estiver disposto a entrar na água com você (Rafael Magalhães).

Sendo assim concluo:

  1. Compreendi que para ser feliz basta querer…
  2. Aprendi que o tempo cura,
  3. Que a mágoa passa,
  4. Que a decepção não mata,
  5. Que o hoje é reflexo de ontem…
  6. Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas,
  7. Que os verdadeiros amigos permanecem,
  8. Que a dor fortalece,
  9. Que vencer engrandece…
  10. Aprendi que sonhar não é fantasiar,
  11. Que a beleza não está no que vemos e sim no que sentimos,
  12. Que o valor está na conquista…
  13. Compreendi que as palavras têm força,
  14. Que fazer é melhor do que falar,
  15. Que o olhar não mente,
  16. Que viver é aprender com os erros…
  17. Aprendi que tudo depende da vontade…
  18. Que o melhor é ser nós mesmos…

Que o segredo da vida é VIVER!!

Escrevendo este texto me lembrei do conceito de resiliência. Ser resiliente é “dizer e viver um grande SIM à vida, apesar de tudo” (SILVEIRA & MAHFOUD, 2008, p.575).

Antes de começar o trabalho de modificar o mundo, dê três voltas dentro de sua casa (George Moore)

Vale lembrar o pensamento de Albert Einstein:

Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso. O sucesso é consequência”.

Somos humanos, cheios de virtudes e defeitos, por isso mesmo é que somos seres em constante transformação. Todas as nossas ações devem ser qualificadas pelo que produzem. Por aquilo que somos!

Nós não somos o que gostaríamos de ser.
Nós não somos o que ainda iremos ser.
Mas, graças a Deus,
Não somos mais quem nós éramos. (Martin Luther King)

Cuide bem da sua cadeira 🙂

Um abraço,

Rodrigo Silva, PMP